Arquivo da categoria: Campeonatos

Posts relacionados à campeonatos de todos estilos marciais.

[ATUALIZADO] SHOOTO BRASIL #45 terá duelo (oficial) entre homem e mulher

TUF 18, Invicta FC, nova categoria no Ultimate Fighting, são apenas alguns exemplos da atenção que o MMA feminino tem recebido nos últimos tempos. Campeonatos de artes marciais envolvendo mulheres já não são considerados novidade, mas o reconhecimento merecido desta “divisão”, por assim dizer, está chegando de verdade agora.

Aproveitando este cenário para polemizar inovar, o Shooto Brasil anunciou que sua próxima edição Continuar lendo [ATUALIZADO] SHOOTO BRASIL #45 terá duelo (oficial) entre homem e mulher

2013 já começou? Na agenda de Campeonatos, sim!

E aí pessoal? Tudo certo? Passaram bem o carnaval? Aproveitaram para descansar bastante o corpo e a mente?

Esperamos que sim, pois da mesma forma que existe a piadinha sobre “o ano só começar p/ valer de pois do carnaval”, o mesmo principio se aplica aos atletas competidores,  já que os campeonatos (independente da modalidade) só começam a dar as caras mesmo em Março.

Sendo assim, fica aqui a primeira dica deste ano do Elite Marcial: O Campeonato Internacional Aberto de Artes Marciais 2013, da O.I.A.M, que acontecerá em São Paulo, nos dias 16 e 17 de Março.

856233_538077619565398_1833277259_o

Regras gerais das modalidades no campeonato (extraídas do blog oficial):

“ATENÇÃO AMIGOS E PARCEIROS DA O.I.A.M.:

Atendendo a pedidos de diversos atletas, escolas e academias, aqui está o regulamento das lutas nas modalidades FULL CONTACT, LIGHT CONTACT, SEMI CONTACT, LOW KICK, THAI BOXING e SANSHOU/ SANDA, que serão realizadas no CAMPEONATO INTERNACIONAL DE ARTES MARCIAIS (17/03/2013) EM SÃO PAULO. CONFIRA:
FULL CONTACT

Modalidade realizada num quadrado delimitado por cordas (ringue). Objetivo principal é o nocaute (K.O.). Tem por duração 3 Rounds de 2′x1′. Não existe empate. No caso de indecisão é julgada melhor técnica de defesa, ataque e movimentação. São permitidos socos e chutes acima da linha de cintura exceto urakem e cetter. Obrigatório mínimo de 6 chutes por Round, critério em caso de empate é o maior nº de chutes.
EM TODOS OS ESTILOS É VÁLIDO O ASHI BARAI (Rasteira) E SÃO PROIBIDOS OS GOLPES NAS COSTAS E NUCA, OU QUANDO O OPONENTE ESTIVER NO SOLO.

LOW KICKS

LOW KICKS ( amador )
Modalidade realizada num quadrado delimitado por cordas (ringue). Objetivo principal é o nocaute (K.O.). Tem por duração 3 Rounds de 2′x1′. Não existe empate. No caso de indecisão é julgada melhor técnica de defesa, ataque e movimentação. São permitidos os chutes e caneladas acima dos joelhos e socos acima da linha de cintura. São proibidos os socos urakem e cetter. Obrigatório mínimo de 6 chutes por Round, critério em caso de empate é o maior nº de chutes.
EM TODOS OS ESTILOS É VÁLIDO O ASHI BARAI (Rasteira) E SÃO PROIBIDOS OS GOLPES NAS COSTAS E NUCA, OU QUANDO O OPONENTE ESTIVER NO SOLO.

THAI BOXING

Modalidade realizada num quadrado delimitado por cordas (ringue). Objetivo principal é o nocaute (K.O.). Tem por duração 3 Rounds de 2′x1′. Não existe empate. No caso de indecisão é julgada melhor técnica de defesa, ataque e movimentação. São permitidos os chutes, caneladas, esporões e joelhadas em todo o corpo e os socos acima da linha de cintura INCLUSIVE o cetter, no momento do clinche é válido projeção. Obrigatório o uso de joelhadas, critério em caso de empate é o maior nº de joelhadas.

EM TODOS OS ESTILOS É VÁLIDO O ASHI BARAI (Rasteira) E SÃO PROIBIDOS OS GOLPES NAS COSTAS E NUCA, OU QUANDO O OPONENTE ESTIVER NO SOLO.”

SEMI CONTACT

Modalidade realizada num quadrado não delimitado por cordas, que tem por duração 2 Rounds de 2×1. O combate é interrompido na aplicação de cada técnica válida, para a marcação do ponto . No caso de empate, acontecerá mais um round de 1 e se continuar empatado, o atleta que marcar o 1º ponto é o vencedor. São permitidos socos e chutes acima da linha de cintura. Não é permitido sair da área de luta. A cada 3 saídas o atleta perde 1 ponto, e a cada 9 saídas durante a luta o atleta é desclassificado. Não é válido o nocaute (K.O.).

LIGHT CONTACT

Modalidade realizada num quadrado não delimitado por cordas, que tem por duração 2 Rounds de 2×1. A luta é contínua onde os fatores a serem julgados são a técnica de defesa e de ataque além de movimentação. No caso de empate acontecerá mais um Round de 1. No caso de novo empate os fatores determinantes serão julgados em conselho pelos árbitros. São permitidos socos e chutes acima da linha de cintura. Não é permitido sair da área de luta. A cada 3 saídas, o atleta perde 1 ponto, e a cada 9 saídas num mesmo Round, o atleta é desclassificado. Não é válido o nocaute (K.O.). Obrigatório mínimo de 6 chutes por Round, critério em caso de empate é o maior nº de chutes.

SANSHOU/SANDA

Valendo chutes, socos, joelhadas, quedas e arremessos. Não podendo usar golpes de quebramentos e nem cotovelada neste evento, torções e golpes em pontos vitais: como contato com os olhos, garganta, nuca, testículos, técnica usando a cabeça são ilegais. O lutador pode vencer tanto por nocaute como por pontos, os combates será de 3 rounds de 2 minutos cada, 1 minuto de descanso. (Caso o atleta vença 2 rounds seguidos, o mesmo será o vencedor do combate) sem precisar de um 3 round.

Pontuação

– Soco ou chute bem aplicado: 1 ponto
– Soco ou chute bem aplicado que derruba o adversário: 2 pontos
– O lutador derruba o adversário sem cair: 2 pontos
– O lutador perde o equilíbrio: 1 ponto
– O lutador executa técnica de joelhada sem segurar: 1 ponto

Falta

Na primeira violação da regra, dedução de 1 ponto. Na segunda, dedução de 3 pontos. Na terceira, o atleta é desclassificado.

Faltas técnicas

Na primeira violação das regras, advertência. Na segunda , dedução de 1 ponto.
Na terceira, o atleta é desclassificado.

Equipamentos obrigatórios – Sanshou / Sanda (amadores)

Capacete aberto, protetor bucal, caneleira,luva 8 onça para o atleta que tiver na categoria até 60kg e 10 onça para o atleta que tiver na categoria até 70kg e 12 onça para o atleta que tiver nas categorias até, 80 e 90 kg, coquilha por dentro da calça ou short e camiseta sem manga da mesma cor dos protetores

Obs: Para o atleta fazer a pesagem é necessário ter um atestado médico, habilitado a participar do evento.
Mestre Cássio Xavier – Presidente da Organização Internacional de Artes Marciais

Mais Informações:

academiaamadeus@ig.com.br

Ou pelos telefones:

(11) 2033-1756/(11) 99229-0189/(11) 96237-8290

Fiquei com algumas dúvidas no que diz respeito as regras, como por exemplo “qual equipamento é necessário para cada uma das modalidades” e “valor das inscrições e data limite“. Estou em contato com a O.I.A.M para tirar estas dúvidas, e assim que obtiver uma resposta deles, já atualizo o post.

No mais, e aí? Nos vemos (ou enfrentamos, quem sabe) por lá?

Taekwondo – Brazil Games 2012

Oi pessoal!

Hoje vou falar (um pouquinho atrasada, admito) sobre o maior evento de TKD da América do Sul: o Brazil Games!
Realizado durante os dias 27 a 29 de Julho, o 42º Festival Brasileiro de Taekwondo – ou Brazil Games 2012 – é um Mundialito Aberto de TKD, que conta com competições de Kyorigui (lutas), Mudo (demonstrações, apresentações, quebramentos), o famigerado Miss Taekwondo, e o Mundial (oficial) de Duplas.

Como de costume, o evento contou com delegações de diversos estados brasileiros, assim como representantes de outros países (Coréia, Estados Unidos, Chile, e Argentina, apenas para citar alguns), que competiram nos estilos citados acima. Ao todo, mais de dois mil atletas lotaram o Ginásio Mauro Pinheiro (no Ibirapuera) durante os 3 dias de evento.

Abaixo vocês podem conferir algumas fotos deste festival que comemorou os 42 anos desta arte marcial no Brasil, e também um vídeo da minha participação na final do Mundial de Duplas Feminino (colete vermelho, começo lutando), de onde saímos campeãs! Eba! ^^

5ª Fase do Paulista da FETESP (Taekwondo)

Conforme comentei anteriormente, neste último fim de semana (19 e 20/05) aconteceu, em Vargem Grande do Sul – SP, a etapa final do Campeonato Paulista de Taekwondo 2012. Fui campeã na 1ª e 4ª fases, e vice na 5ª. Na contagem geral dos pontos fiquei com a segunda colocação.

Fiquei um pouco chateada com o resultado, pois mesmo dominando a luta na pontuação, acabei desclassificada no fim do 2º Round.  Como isso é possível? Explico:

Estava com uma boa vantagem de pontos, então resolvi fazer “anti-luta” (ficar na retaguarda / contra-ataque), mas o juiz meio que se “””””””equivocou””””””” nas faltas, e diante desta arbitragem anormal, acabei discutindo com ele. Daí a desclassificação. A luta terminou em 9 a 4 p/ mim (sendo que destes pontos da adversária, todos vieram das minhas faltas), mas não pude ficar com o título de campeã.

Não quero dizer que atletas não erram, mas, ao meu ver, um árbitro desqualificar um atleta na final simplesmente por ter sido contrariado é um tremendo reflexo de inexperiência e incompetência.

Obviamente me senti muito lesada, mas como atletas estamos sempre sujeitos à adversidades.

Bom, nem tudo foi ruim. Como podem conferir na foto abaixo, minha aluna Fabiana Ferreira (academia Equlibrio) ficou com a primeira colocação na disputa da categoria “Faixas Coloridas”.

Esq. p/ dir: Fabiola de Moraes, Fabiana Ferreira e Paulo Zilocchi

Os alunos Vitor Kobashi e Rodrigo Cavalari (academia Attack) também ficaram com a primeira colocação na categoria “Faixa Vermelha”: Poomse e Luta, respectivamente.

Sobre 4ª e 5ª fases do Campeonato Paulista de TKD

No último domingo (13/05) foi realizada a 4ª Fase do Campeonato Paulista de Taekwondo 2012 da FETESP, órgão reconhecido pelo Comitê Olímpico Brasileiro.
Ah, nesta data também foi Dia das Mães, mas até aí, não existe maneira melhor de uma mãe atleta comemorar seu dia do que uma boa e velha competição, certo? :D

Errado. Mas faz parte do ofício.

Voltando ao que interessa, o “Paulista da FETESP” funciona como etapa seletiva para o Campeonato Brasileiro, e é dividido em 5 etapas. O atleta pode participar em duas das quatro primeiras, e por ultimo na final (que é a 5ª).
Durante o processo o participante vai somando pontos, e, no fim, quem somar a maior quantia torna-se Campeão Paulista.

“Lembrança” que ganhei no Dia das Mães. Esta mão feia é do Kadu.

Eu [Fabiola] participei da 1ª e da 4ª. Fui vencedora em ambas e atualmente estou com 20 pontos.
No próximo domingo (20/05) acontece a tão esperada Etapa Final do Paulista, na cidade de Vargem Grande do Sul (mais informações aqui).

Viajarei para lá hoje, juntamente com as equipes Equilibrio e Attack.
Agradeço desde já o carinho e a torcida dos amigos e família.

Kamsa ram nida!

Campeonato Brasileiro Universitário de Taekwondo – 2012

No dia 15 de Abril de 2012, a Escola da Polícia Militar de São Paulo (Av. Cruzeiro do Sul) serviu de palco para a seletiva do Mundial Universitário, que acontecerá na Coréia do Sul, em maio deste ano.

Fabiola participou como técnica da USP e da Sant’anna. A professora reconhece que o nível técnico dos competidores estava acima da média (principalmente por conta da presença de atletas da seleção brasileira), mas infelizmente o mesmo não pode ser dito sobre o campeonato em si:

[O evento] Foi mal organizado. A opção de usar coletes eletrônicos parecia ter sido tomada de última hora, tamanha  a demora para montagem e testes dos equipamentos. O campeonato só começou as duas da tarde(!), isso porque estava previsto para começar as nove da manhã! – disse a técnica.

Os problemas não ficaram só na questão do horário. Contagem de pontos via colete eletrônico ainda não é um método totalmente difundido no Brasil, e não são muitos os campeonatos que utilizam o mesmo, o que pode ter prejudicado o “jogo” de alguns dos presentes, conforme Fabiola comentou:

No geral houve uma discrepância considerável entre técnicas aplicadas e pontos computados, pois somente alguns atletas tinham ‘idéia’ de como era o estilo de luta a ser usada com colete eletrônico. O número de pessoas prejudicadas não foi baixo, pois a estratégia de luta nessas condições é totalmente diferente. Foi praticamente como passar semanas treinando na F1 com pneu comum, para no dia da corrida ter o mesmo trocado por pneus de chuva.

Deixando as adversidades de lado, o campeonato trouxe mais visibilidade para o esporte, conforme o Mestre Adauto Silva, Vice Presidente da FETESP (Federação de Taekwondo do Estado de São Paulo) comenta:

O crescimento da prática do Taekwondo Universitário e o destaque de alguns atletas em competições de nível mundial despertam um interesse cada vez maior em inúmeras Instituições universitárias em todo o Brasil.

Ok, muito bacana tudo isso de visibilidade, incentivo e tal, mas nada adiantará se do ponto de vista de quem participa (o principal, convenhamos) fica a impressão de que o trabalho de organização é mal feito.

Re thiô!

Campeonato Paulista de Taekwondo 2012 – 1ª Fase

Esta é a primeira das cinco fases do Paulista de Taekwondo, onde o campeão na somatória de pontos -entre as etapas- se classifica para o Campeonato Brasileiro, enquanto o o vice-campeão classifica-se para a Copa do Brasil de Taekwondo.

Os campeonatos estaduais “oficiais” são organizados pela FETESP, onde o atleta vai somando pontos que também o qualificam para participar de campeonatos interestaduais, e seletivas para Seleção Brasileira de Taekwondo.
No Paulista, o atleta pode participar de duas etapas,  e por último a final, que é a 5ª fase.

Nessa 1ª fase que aconteceu no dia 04/03, contou com a participação da atleta Fabíola de Moraes, que foi Campeã na na categoria Faixa Preta até 53kg.

Na foto abaixo, acompanhadas do Vice Presidente da FETESP, José Adalto, temos a atleta Diana Freitas (esq.), Prata na categoria Faixa Preta até 57kg, e Fabíola de Moraes (dir.), Ouro na categoria até 53kg.