Expo Nutrition ’12 terá área dedicada ao MMA

Se você é de São Paulo e tem um tempinho livre (ou uma mãe que curta artes marciais), entre os dias 10 a 12 de Maio acontecerá a feira anual de nutrição e suplementos esportivos Expo Nutrition 2012.

O evento, que teve sua estréia paulista em 2011, terá novamente um setor dedicado apenas para praticantes de artes marciais: o Fight Pavilion. Com programação própria – até o momento não descrita no site oficial da feira – o espaço contará com a presença dos principais nomes da industria quando o assunto é equipamento, suplementos alimentícios e artigos para luta em geral, além de apresentações de diversos estilos marciais em um octógono montado especialmente para a feira.

O site conta com um pré-credenciamento online, e caso você seja um leitor da revista TATAME, a edição atual (lutador do UFC Alistair Overeem na capa) traz um convite de brinde. A revista já cobriu o evento no Rio em 2010, então caso queira ter uma idéia visual do que costuma rolar por lá, cheque as fotos no link da reportagem: http://www.tatame.com.br/2010/07/18/Expo-Nutrition

Serviço:

Expo Nutrition 2012  (São Paulo)

10 a 12 de Maio

Transamérica Expo Center

Av. Dr. Mario Vilas Boas Rodrigues, 387 – Santo Amaro

Anúncios

Quando Motivação e Artes Marciais se encontram

Vou deixar este vídeo aqui só para servir de motivação p/ galera.

Ou só p/ inveja (saudável) mesmo, né?

Estes caras fazem parte de uma produtora de videos independentes chamada Movie-Do (onde “Do” denota a clara influência da cultura oriental nesta equipe formada por pessoas de várias nacionalidades).

Os rapazes são artistas marciais profissionais, e mais videos deste time podem ser vistos no site oficial: http://www.movie-do.com/

Campeonato Brasileiro Universitário de Taekwondo – 2012

No dia 15 de Abril de 2012, a Escola da Polícia Militar de São Paulo (Av. Cruzeiro do Sul) serviu de palco para a seletiva do Mundial Universitário, que acontecerá na Coréia do Sul, em maio deste ano.

Fabiola participou como técnica da USP e da Sant’anna. A professora reconhece que o nível técnico dos competidores estava acima da média (principalmente por conta da presença de atletas da seleção brasileira), mas infelizmente o mesmo não pode ser dito sobre o campeonato em si:

[O evento] Foi mal organizado. A opção de usar coletes eletrônicos parecia ter sido tomada de última hora, tamanha  a demora para montagem e testes dos equipamentos. O campeonato só começou as duas da tarde(!), isso porque estava previsto para começar as nove da manhã! – disse a técnica.

Os problemas não ficaram só na questão do horário. Contagem de pontos via colete eletrônico ainda não é um método totalmente difundido no Brasil, e não são muitos os campeonatos que utilizam o mesmo, o que pode ter prejudicado o “jogo” de alguns dos presentes, conforme Fabiola comentou:

No geral houve uma discrepância considerável entre técnicas aplicadas e pontos computados, pois somente alguns atletas tinham ‘idéia’ de como era o estilo de luta a ser usada com colete eletrônico. O número de pessoas prejudicadas não foi baixo, pois a estratégia de luta nessas condições é totalmente diferente. Foi praticamente como passar semanas treinando na F1 com pneu comum, para no dia da corrida ter o mesmo trocado por pneus de chuva.

Deixando as adversidades de lado, o campeonato trouxe mais visibilidade para o esporte, conforme o Mestre Adauto Silva, Vice Presidente da FETESP (Federação de Taekwondo do Estado de São Paulo) comenta:

O crescimento da prática do Taekwondo Universitário e o destaque de alguns atletas em competições de nível mundial despertam um interesse cada vez maior em inúmeras Instituições universitárias em todo o Brasil.

Ok, muito bacana tudo isso de visibilidade, incentivo e tal, mas nada adiantará se do ponto de vista de quem participa (o principal, convenhamos) fica a impressão de que o trabalho de organização é mal feito.

Re thiô!

Campeonato Paulista de Taekwondo 2012 – 1ª Fase

Esta é a primeira das cinco fases do Paulista de Taekwondo, onde o campeão na somatória de pontos -entre as etapas- se classifica para o Campeonato Brasileiro, enquanto o o vice-campeão classifica-se para a Copa do Brasil de Taekwondo.

Os campeonatos estaduais “oficiais” são organizados pela FETESP, onde o atleta vai somando pontos que também o qualificam para participar de campeonatos interestaduais, e seletivas para Seleção Brasileira de Taekwondo.
No Paulista, o atleta pode participar de duas etapas,  e por último a final, que é a 5ª fase.

Nessa 1ª fase que aconteceu no dia 04/03, contou com a participação da atleta Fabíola de Moraes, que foi Campeã na na categoria Faixa Preta até 53kg.

Na foto abaixo, acompanhadas do Vice Presidente da FETESP, José Adalto, temos a atleta Diana Freitas (esq.), Prata na categoria Faixa Preta até 57kg, e Fabíola de Moraes (dir.), Ouro na categoria até 53kg.

Discussão, estudo e divulgação de artes marciais e esportes de contato.

%d blogueiros gostam disto: